E-portefólio pessoal
24 de Novembro de 2007

O tratamento de imagens é a manipulação de figuras para sua representação final, ou seja, podemos modificá-las , dando-lhe um melhor acabamento para depois a poder  imprimir ou utilizar em e-mails , blogues, etc .

No âmbito desta unidade curricular aprendemos a fazer esse tratamento de imagens no  Microsoft   Picture Manager, no entanto há várias ferramentas que nos possibilitam esse tratamento como como exemplo o Adobe Photoshop .

"O Microsoft   Picture Manager do Microsoft Office 2003 é o sucessor do antigo Photo Editor (presente nas versões Microsoft Office XP , 2000, etc ). O Picture Manager é um gerenciador de imagens e com algumas básicas funções de edição, como: brilho e contraste, cor, corte, girar e inverter, redimensionar e olhos vermelhos.

Apesar das funções de edição e localização de imagens, a mais poderosa ferramenta do Picture Manager é o compartilhamento, que permite enviar imagens em mensagens de e-mail ou criar uma biblioteca de imagens na intranet ."

Enquanto futura professora penso que termos aprendido a manusear com esta ferramenta trará vantagens no futuro. Podemos através dele tratar imagens que queiramos mostrar aos nossos alunos, inseridas num conteúdo da disciplina, ou até mesmo tratar imagens para colocar em fichas formativas ou de avaliação. Pensando noutra abordagem, podemos também utilizar este programa com os alunos. Como, devem estar a perguntar!! m exemplo seria a introdução de "Semelhança de Figuras" no 7º ano de escolaridade... Sei que não utilizaríamos todas as vantagens deste programa, mas seria uma forma diferente de ensinar um dado conceito aos nossos alunos...Que acham da ideia?


Retirado de  http://www.detudoumpouco.com.br/coluna_Office.asp?PagID=8 em 24/11/07.

 

publicado por Diana Oliveira às 16:26
sinto-me:

A definição de Blogue ou Weblogue não é consensual. No entanto o termo Blog surgiu da palavra weblog ”, criada em Dezembro de 1997 pelo norte americano Jorn Barger , um termo de informática, que traduzindo seria algo do tipo: “anotação na Internet das actividades ocorridas” web = internet) e (log = anotação das actividades ocorridas no computador ou entre dois computadores). E no início de 1999, Peter Merholz, separou essa palavra em seu diário e criou o termo “we blog”, ou “nós blogamos”. Por fim o termo Blog se popularizou quando a empresa Pyra criou o serviço “Blogger” ou “blogador” em 1999.

Blogue é então um conjunto de páginas que podem ser criadas na internet sem nenhum conhecimento técnico sendo atualizadas sempre que se queira. A maioria das pessoas tem utilizado os blogs como diários pessoais, porém um blog pode ter qualquer tipo de conteúdo e ser utilizado para diversos fins. No entanto têm quase sempre uma caracteristica comum que é acarretarem uma visão pessoal sobre os mais diversos assuntos.

A criação de um blogue é muito fácil, alias uma das suas vantagens é, o facto de existirem open source blogs disponíveis na rede. Assim o tempo e o custo de implementação de um blog  acaba por ser muito menor que o de um site convencional. No blogue é também bastante simples criar um texto e colocar uma imagem ou um video, em apenas alguns minutos podemos actualizar o nosso blogue sem ter muitos conhecimentos de programação.

Os blogues podem também ser utilizados na Educação pois são um espaço privilegiado para a organização de aulas, oficinas, pesquisas, onde se pode sistematizar um conteudo organizando-o de acordo com as necessidades específicas de um grupo (de alunos ou professores), levando a um significativo processo de ensino/aprendizagem. Os professores e alunos podem, atraves dos blogues criar projectos escolares (por discipkina ou até mesmo multidisciplinares), criar sinteses de temas, elaborar questões,..., enfim, aprender e ensinar colaborativamente.

Estes blogues podem ser criados por professores (individualmente ou em grupo), por alunos (individualmente, por grupos de trabalho, ou por turmas) e até simultaneamente por professores e os seus alunos. O público-alvo de um blog educacional poderá ser professores, alunos, pais, comunidade educativa em geral, ficará acessível a todos os que visitem o blog e se interessem po ele.

O uso das novas ferramentas tecnológicas online, tal como o blogue, deve ter sempre em conta as limitações e potencialidades das mesmas, para que de facto exista uma mais valia na sua aplicação. Portanto, o seu uso e escolha depende, em grande parte, dos objectivos a que nos propomos.


Pesquisa realizada em 24/11/07 em:

http://www.crh.saude.sp.gov.br/CRH-%20Dicion%E1rio%20de%20Inform%E1tica-w.htm ;http://www.splicenet.com.br/index.php?pagina=blogsaibamais;http://www.espacoacademico.com.br/069/69ozai.htm

 

 

publicado por Diana Oliveira às 16:16
tags:
Novembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
arquivos
2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

2007:

 J F M A M J J A S O N D

RSS
Posts mais comentados
4 comentários
4 comentários
3 comentários
últ. comentários
Como os alunos de hoje em dia são "nativos digitai...
É praticamente impossível criar um sistema impenet...
E não existe, em informática, sistemas infaliveis ...
LOL....Pena que não se possa vê-los a jogar também...
Vou experimentar misturar a minha cara com a do Br...
mais sobre mim
pesquisar neste blog