E-portefólio pessoal
14 de Agosto de 2009

O Conselho de Ministros aprovou hoje alterações ao D. R. n.º 3/2008, no que respeita às condições de realização da prova de ingresso na carreira docente. Ficam dispensados desta prova os professores que neste ano ou no ano passado tenham obtido "muito bom" ou "excelente" na avaliação de desempenho. O secretário de Estado da Educação, Valter Lemos, disse ao jornal Público,  que ficam também dispensados da primeira prova a realizar - "em princípio no próximo ano lectivo" - os docentes que tenham quatro anos completos de exercício de funções, um dos quais prestado nos quatro anos lectivos anteriores ao da prova, desde que tenham obtido uma avaliação igual ou superior a "bom". Valter Lemos afirma ainda que "o objectivo desta alteração foi de simplificar o procedimento e clarificar melhor as condições de dispensa da prova, já que muitos professores já têm anos de exercício e já existem resultados da avaliação de desempenho (...) se o professor fica aprovado na prova é porque demonstra as condições necessárias ao exercício da profissão. Não necessitamos de hierarquizar em função da prova, até porque a hierarquização existe no âmbito da avaliação de desempenho".

 

(http://educar.wordpress.com/category/carreira/page/5/)

 

"A prova escrita, que poderá ter itens de resposta fechada, passará a conter uma componente comum a todos os candidatos, sendo que os candidatos ao exercício de funções docentes nos concursos de recrutamento poderão ter ainda de realizar uma componente específica (cujas particularidades serão definidas em despacho futuro), relacionada com a sua área disciplinar. A componente comum tem a duração de cento e vinte minutos, mais trinta de tolerância, sendo as classificações expressas com "aprovado" ou "não aprovado". O secretário de Estado da Educação justifica a existência prova de competências e conhecimentos para o ingresso ou exercício de funções docentes com a ausência de um "intrumento de equalização" dos professores à entrada na carreira e porque a formação superior é "variável", assim como a própria experiência dos docentes." in http://www.educacao.te.pt/geral/index.jsp?p=16&idNoticia=7155.

publicado por Diana Oliveira às 22:04
Foi para sermos escrutinados todos os dias que estudamos :S E os Srs. Ministros vão fazer exame de quê?
Catarina a 14 de Agosto de 2009 às 23:06
Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
16
17
18
19
20
21
22
24
28
29
30
31
arquivos
2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

2007:

 J F M A M J J A S O N D

RSS
Songs

musicas blog
+ Songs
Posts mais comentados
4 comentários
4 comentários
3 comentários
últ. comentários
Como os alunos de hoje em dia são "nativos digitai...
É praticamente impossível criar um sistema impenet...
E não existe, em informática, sistemas infaliveis ...
LOL....Pena que não se possa vê-los a jogar também...
Vou experimentar misturar a minha cara com a do Br...
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Conversas...
Visitantes

contador gratis
N.º de visitas